Casa de filha de Temer foi reformada pela JBS

O brasileiro vai continuar aturando este cara sentado na cadeira de presidente?

Resultado de imagem para temer ladrao
Foto: https://www.youtube.com/watch?v=BL9VDYdfLas

Um dos fornecedores que trabalharam na obra da casa de uma das filhas do presidente Michel Temer (PMDB) disse que recebeu R$ 100 mil em dinheiro vivo pelos serviços. A responsável pelo pagamento seria a arquiteta Maria Rita Fratezi, mulher e sócia do ex-coronel da Polícia Militar João Baptista Lima Filho. Conhecido como Coronel Lima, ele foi citado na delação da JBS como tendo recebido propina de R$ 1 milhão para o presidente.

O imóvel investigado pela Polícia Federal (PF) é uma casa de alto padrão no Alto de Pinheiros, bairro nobre de São Paulo. Em 2011, uma das filhas do então vice-presidente Michel Temer, Maristela Temer, comprou o imóvel de 350 metros quadrados. Em 2014, a casa passou por uma grande reforma.

Nos últimos 10 dias, a produção do Jornal Nacional foi atrás de fornecedores e profissionais que trabalharam na obra. Um deles, que não quis gravar entrevista, disse que recebeu pelo serviço R$ 100 mil em dinheiro vivo.

A responsável pelo pagamento foi a arquiteta Maria Rita Fratezi, mulher e sócia do Coronel Lima. Amigo de Temer há mais de 30 anos, o coronel é investigado na Operação Patmos, que buscou provas sobre suposto pagamento de propina ao presidente da República.

O arquiteto Carlos Roberto Pinto foi o único que aceitou falar sobre a reforma na casa da filha do presidente. Ele contou que recebeu R$ 10 mil para dar entrada e cuidar da aprovação do projeto na Prefeitura. O pagamento foi feito pela própria Maristela Temer, por transferência bancária, em três vezes.

Ele acrescentou que foi contratado por uma antiga colega de trabalho: a mulher do coronel. “Foi a Maria Rita Fratesi. Ela é arquiteta e a Maristela era cliente dela para fazer essa obra”, disse.

O arquiteto disse que sempre procurava Rita para solicitar a documentação necessária. “Ela era incumbida de fazer a aquisição tanto da mão de obra como dos materiais.”, afirmou.

 Maria Rita Fratezi e o Coronel Lima são sócios na PDA Projeto e Direção Arquitetônica LTDA. A PDA está registrada num imóvel próximo à Argeplan, a empresa de projetos de engenharia do Coronel Lima.

Deixe um comentário

Dê-nos sua opinião sobre este assunto!

Seu endereço de e-mail não será publicado.


*