Vergonha: igrejas querem financiamento de bancos públicos para construção de templos

Resultado de imagen de pastor ladraoLamentavelmente parece que o Brasil, em plena era científica, cada vez mais está ficando mergulhado na superstição religiosa. E esta vai se apoderando dos espaços políticos. A aberração é tanta que chegam agora a querer que BNDES, Banco do Brasil e Caixa Econômica forneçam dinheiro para construção de templos querendo destruir a cláusula do estado laico que não apóia crenças. Querem ser tratados como clientes normais, ou seja como empresas. Mas não são as igrejas instituições sem fins lucrativos? Ao menos não deveriam ser instituições sem fins lucrativos? É claro que deveriam ser mas de fato não são. No Brasil a grande maioria são fábricas de milionários explorando a credulidade dos incautos. Da Folha:

Em nome da fé Líderes evangélicos pediram que o governo Temer faça a interlocução com bancos públicos e privados para que as igrejas consigam linhas de financiamento para a construção de templos. “Queremos ser tratadas como clientes comuns, sem preconceitos nem privilégios”, diz o bispo Robson Rodovalho, presidente da Confederação dos Conselhos de Pastores do Brasil e fundador da Sara Nossa Terra. Hoje, diz, quando tentam pegar empréstimos, as instituições não aceitam.

Aqui se paga A demanda de Rodovalho é que o governo ajude na articulação com os conselhos de administração dos bancos. “Ainda não se tem confiança na igreja como cliente. Apresentamos nosso patrimônio como garantia e não aceitam.”

Confessionário O bispo da Sara Nossa Terra, que tem cerca de 3 milhões de fiéis, discutiu o pleito com o presidente Michel Temer e com o ministro Henrique Meirelles (Fazenda), em julho, ainda durante o governo interino.

2 Comments

  1. Se realmente for verdade, é lamentável, porem, dizer que os religiosos estão se apoderando da politica, também é lamentável, porque diante da constituição, todos nós temos o direito de concorrer a Câmara legislativa deste pais, ou será que estão querendo tirar este direito do povo evangélico? outra questão é: superstição? você não pode ofender o direito de crença das pessoas, por isso, todos temos o direito de crer ou não crer em Deus, se você não crê, não use este termo porque você não sabe de nada com respeito a crença em Deus.Meu amigo só quem pode dizer que a laranja é doce, aquele que experimenta.

Deixe um comentário

Dê-nos sua opinião sobre este assunto!

Seu endereço de e-mail não será publicado.


*